Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ode à que morreu de loucura

Ah! Pensa que me engana,
mente vil, cruel e insana?
Mascare-se, oculta sua gana!
Ilude a boca imunda que te explana!

Faz-me achar que não existe a chama
da paixão, que em peito meu não inflama!
Faz-me flagelar aquele que me ama,
faz de seus versos sordidez e lama!

E depois, quando nada mais me resta,
faz de minha loucura sua lúcida festa!
Da solidão visita, fá-la fiel e honesta!

E por fim, seu golpe de mestra!
Acaba com a vida do cárcere que enfesta!
Suga a força que esse corpo lhe empresta!

The Dreamer
Enviado por The Dreamer em 15/09/2006
Reeditado em 19/09/2006
Código do texto: T241135
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
The Dreamer
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
8 textos (283 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:28)
The Dreamer