Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Algodão

Estranho é esse sentimento de vazio
Que volta e meia enche o peito
De pura apatia resumindo o concreto
E levando de leve o cheiro
Das flores que guardei em êxtase

E se depois de tanto tempo o tempo
Não se passa sendo aquele mesmo
Cara-a-cara com a vida da rotina
E porque esquecemos de aprender
Que o aprender não se finda

E se levamos todo sempre uma qualquer vida
E porque deixamos de ver com mais brilho
Os novos alvoreceres das manhãs
E o nascimento da temporada das flores
Em felicidade instatânea

E nessa correria de sobe e desce
Que não lembramos mais os nomes de nossos pais
Que esquecemos a data de anos dos amigos
Deixamos de recordar que éramos livres
E que quando crianças era doce o caminhar

Se for essa a consequencia do envelhecimento
Prefiro eu ficar nesse mar de algodão doce
Concordaria em acordar todos os dias sorrindo
E desejaria de volta aquela vontade
De crescer por um instante se quer

Mas se pensam que para isso eu voltarei
Não sabem que guardo um segredo mágico
Tenho a imaginação e os sonhos
Que transpassam os desejos e me fazem voar
E andar a pé sobre as águas do mar
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 15/09/2006
Código do texto: T241266
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:18)
Lady Sophia