Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Ah! Nossos Filhos

Quando nossos filhos são crianças
Ficamos na expectativa da esperança
As vezes eles levam algumas palmadas
E daí vem o choro, começando as caminhadas

Querendo a espontaneidade de um afago
Com um constante carinho se acalantam
eles precisam serem vigiados
Para não ficarem muito malcriados

Na adolescência eles acham que sempre estão certos
Há necessidade de se acompanhar de perto
Eles querem voar mais alto, para lugares incertos.
Os Dragões da maldade, lhes oferecem coisas ruins
Nunca falta gente para esse tipo de fins

Para quem entregamos a bússola da vida?
Temos que estar de olhos abertos,
Para o mundo conectado dos algozes.
Lembramos que existe abismo a cada esquina
Cuidamos para eles não caírem nessa sina.
Zedio Alvarez
Enviado por Zedio Alvarez em 16/09/2006
Reeditado em 20/10/2008
Código do texto: T241393
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zedio Alvarez
Petrolina - Pernambuco - Brasil, 59 anos
3324 textos (117331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:08)
Zedio Alvarez