Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Lugar Comum

Algibebe , algibeira,
Giba, gibão
Coser de roupas, bolso para porção
Envergado, roupa de couro
Nomes tão comuns no meu sertão!

Lá não tem carro
Nem parque não,
Diversão é sair na caatinga
É comer carne de sol, macaxeira com feijão!

Tranca, Tramela,
Porta, Porteira
É conversa no portão
Liberdade é passageira
É hora de pura distração.

Namoro é escondido
Pensar já é pecar
Mas se ele pegar na mão!
Aí meu Deus, que atrevimento
É rezar e pedir perdão.

Na cidade tudo é novidade
Tem moça sem limitação,
Tem namoro no parque,
É um tal de comer boca
Abraço de perna e de mão.

É coisa que ninguém estranha
É dando colo e atenção
Não sei porque isso acontece,
Mas quem engravida é a moça do sertão.

26/06/2006
Divina Reis Jatobá
Enviado por Divina Reis Jatobá em 19/09/2006
Reeditado em 25/05/2007
Código do texto: T244365

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Divina Reis Jatobá - recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divina Reis Jatobá
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 55 anos
289 textos (39974 leituras)
6 áudios (1220 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 11:54)
Divina Reis Jatobá