Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Humanos


Assas de gesso pesando no céu
Suaves pegadas contornado o inferno
Um chapéu de concreto em sua cabeça
Pedindo e implorando que a morte aconteça

Um corpo de vidro, frágil, de vidro.
Um corpo de vidro com asas de gesso
Pesando no céu assim como na terra.

Concreto armado em seus pensamentos
Um corpo caído, nenhum sentimento.
Ninguém vê o corpo estendido, de vidro.
Ninguém vê a asa, o gesso, o sangue do álcool.

Humanos e seus sentimentos
O poder do adeus
O poder da vida

Sobre a calçada um corpo estendido
Mostrando-se nu, ignorado, esquecido.
Sobre a calçada, asas de gesso, corpo de vidro,
Miseráveis humanos.

Sobre a calçada, um breve engano.
Um corpo frágil, estendido, morto.
Sobre a calçada humana.

Berts
Enviado por Berts em 19/09/2006
Código do texto: T244468
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Berts
Jaraguá do Sul - Santa Catarina - Brasil, 45 anos
11 textos (116 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:24)
Berts