Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LADRÃO DE EMOÇÕES

Por toda vida sempre ousei dizer
Que  paixão é vulcão em força incontida
Nao se avilta, não se menospreza e nem se pode deter
O que se fazer quando ela gera dor e provoca ferida?

Como pode o futuro devolver emoções
Restiuir os dias perdidos ao entardecer
Das nubladas noites em sofridas solidões
E as manhãs que morreram ao amanhecer?

Como devolver aquilo que nunca foi roubado?
Não foi ao acaso, nem houve um culpado
Apenas furtou do coração toda a fé possuída

Foi energia, foi magia e foi a propria vida!
Foi força vital enquanto existiu, mas acabou...
Foi divino e eterno...enquanto durou


Owner:
http://ar.groups.yahoo.com/group/brasil_america/?yguid=252381753
http://ar.groups.yahoo.com/group/MUNDOCRISTINAACUARIO/?yguid=252381753
http://br.groups.yahoo.com/group/propostaaouniverso/?yguid=252381753

Visitem:
http://www.fofaslides.com.br/caio.htm
http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=7107
Caio Amaral
Enviado por Caio Amaral em 21/09/2006
Reeditado em 10/05/2008
Código do texto: T245702

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Caio Amaral). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Amaral
São Paulo - São Paulo - Brasil
251 textos (64526 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:27)
Caio Amaral