Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Livro da Minha Ira Pessoal (duas)

1.
NOITE LÍQUIDA

Os homens-lucro
que dirigem as empresas de ônibus
não sabem da minha raiva.

e da minha jura
de luta eterna contra este império.

e não parecem preocupados com este simples cristão
com fome
e hora de espera
no aguardo da condução
às 23 horas na Av. São João

postado calado molhado
numa noite líquida.

Por dentro sou tempestade.


2.
FERROVIA-SAQUE

Os homens-lucro
que mandam no meu Brasil
não dão o que é meu
não dão o de ninguém
mas constroem sua pirâmides modernas.

Não sabem da minha ira
e da minha pena ferina
que demoli  impérios e constrói universos paralelos

Não sabem do meu elo com os índios mortos
pra dar lugar a Carajás
900 km de ferro sobre terra pura
pura usura
monumento e advento do progresso
sem regresso
Adeus minério sacado levado
pra lá das 200 milhas

Não sabem da minha ira
do meu elo
com as nações Guajá, Guajajara, Xicrin, Paracatege, Paracanãm Apinagé, Surui, Cricati
5 mil manos índios sacudidos da terra-mãe.
Na míngua

............................

Do engavetado Livro da Minha Ira Pessoal, de 1979

Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 23/09/2006
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T247071

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32926 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:55)