Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cem dimensões, sem direção.





Pablo Picasso, pintou para Van Gogh
Leonardo da Vince, pintou para Claude Monet
Como o pensador Auguste Rodin, pensou em mim
No fôlego da vida, notas de Sebastian Bach
Talvez quisesse dançar como, Barishnicov.

Mas eu seria, Villa Lobos
Meio trágico para hoje, em pé de guerra
Sem, Vinícius de Morais
Sem dá conta conto, Graciliano Ramos
Vejo-me retratado em, Carlos Drummond de Andrade
Às vezes um pouco índio, Tarcíla do Amaral
Corre nas minhas veias a liberdade, Castro Alves
E assim passo do passado, tendo-me no presente.

Já sei que sou, Chico Buarque de Holanda
Mais romântico, Ivan Lins
Sonhador entre artistas
Às vezes não sei com que roupa eu vou,
Mas, encalho na calha do telhado,
Transbordo sobre o mesmo
Num manancial de emoções
Que da janela vejo cair.

Não sou nada
Talvez no tempo viajo
Para encontrar comigo mesmo
No final do túnel.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 23/09/2006
Código do texto: T247525
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26305 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:28)
Condor Azul