Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ao "Mestre Drumond"



Perdoa-me “Mestre Drumond”,
Falhas são inevitáveis;
São vícios de linguagem:
Não posso domá-los, nem contê-los.

Perdoai a redundância...
Amo amar as flores da manhã,
Poesias orvalhadas,
Cacofonias da alma!

Minhas poesias,  porém,
Prolixas ou lacônicas
Não sei,
Só sei que nascem;
Vertentes de uma água pura e cristalina...

Ecos
Da arte infinita
De amar!...

Ciro Di Verbena
Enviado por Ciro Di Verbena em 24/09/2006
Código do texto: T247776
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ciro Di Verbena
Votorantim - São Paulo - Brasil
223 textos (8977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:36)
Ciro Di Verbena