Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Frágil e sábio, além do bem e do mal

Deixe de ser tolo,
aceitando o bem, negando o mal,
optando pelo sim, negando o não,
como se tudo fosse antagônico
dividido
e a vida mero desfile carnal.
Maniqueísta.
Desentendido.
O seu jeito retarda o entendimento do todo

Você se inflama com fatos
e comemora datas
Parece o pagão no ato do sacrifício.
A primavera é bela
e a flor se despetala no outono,
à noite vem o sono,
mas o recém-nascido pouco importa com a dor do parto
ou com a festa dos pais

Você é tolo e chora com novela
e se descabela  com a derrota do time
mas o pobre continua pobre
e o rico só se consola com grana

Você não se difere,
não se desgarra, rês na manada.
Não vê o só que vagueia à margem
como um sem-teto,
frágil diante da riqueza e forte na sua simplicidade.

Você se furta se não se sente iluminado,
reconhecido,
mas pra lá do aparente
o só parece mergulhado na escuridão.
Desplugado.
Taciturno.
Calmo como o fundo do mar.

Você quer resultados imediatos,
vive por frágeis finalidades.
Não se atém às lições do alto,
embora o universo siga dando parâmetros a quem se nutre e devota respeito e bem-querer.
pelo que está além, aquém do momentâneo.

.....

Base: preceito 20 do Livro do Tao, Lao Tsé (versão pessoal)

Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 25/09/2006
Reeditado em 25/09/2006
Código do texto: T248699

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32936 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:49)