Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Delírio



Delírio

Quisera estar tão perto
Destino cruel incerto
Querer quase concreto
De um doce manifesto

Vem veloz e voraz
Vento que vai e volta
De imaginar me arrepio toda
Seu semblante em minha porta

Se chegares em forma de vento
Envio meu cheiro em pensamento
Nesta tortura e triste lamento

Desejar e não te tocar
Sentir e não te possuir
Findo assim a delirar




P.S: Inspirada no "Poeta Éros"
Nelciene Santos
Enviado por Nelciene Santos em 26/09/2006
Código do texto: T249429

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Textos: Nelciene Santos http://recantodasletras.uol.com.br/autores/poesinel). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nelciene Santos
Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco - Brasil, 44 anos
1098 textos (68608 leituras)
1 e-livros (34 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:36)
Nelciene Santos