Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMPULSIVO-INSENSATO

Na translucidez das vitrinas
Me vejo tal e qual vacilante consumidor
Se ele sabe
Desejo que não
Mas no olho desse labirinto de coisas
Onde alienado flutuo
Por entre favos de luz, e farejo
Uma agonia própria; bebo devagar.
De vez em vez balanço a cabeça
Olho de perfil, quase infeliz
Na ambigüidade do ter crédito
Respiro profundamente, apaziguado
Abstenho-me do desejo
Compulsivo insensato, que entresilha
O  bolso do minguados trocados.


Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 26/09/2006
Reeditado em 27/09/2006
Código do texto: T249837
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16228 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:52)
Antonio Virgilio Andrade