Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maniqueísmo

Maniqueismo


O muro que te protege é o mesmo que te aprisiona.
O vento que esparge, poleniza e semeia também destrói e assola.
Alguns ouvem seu canto e se apaixonam, outros escutam seus gemidos e se aterrorizam.
A chuva que traz vida ao solo, igualmente inunda e alaga.
Antídoto e veneno são essências idênticas aplicadas com
diferentes quantidades.
Nada é totalmente bom ou ruim, depende da perspectiva, da ótica ou da intensidade.
Fuja do maniqueísmo e da visão única, expanda seus horizontes e valores, seja plural para poder desfrutar da miríade de possibilidades
que cada amanhecer te oferece.
Entre em comunhão com Gaia e entenda a multiplicidade de
sentimentos,cores,valores e respostas, olhe para o horizonte e não pense no fim e sim em novos e eternos recomeços.
Céu e mar não se invadem nem se misturam no horizonte, apenas comungam em matizes diferentes de azul.

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade
Enviado por Leonardo Andrade em 28/09/2006
Código do texto: T251098

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1568 textos (71179 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:49)
Leonardo Andrade