Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Povo

Aqueles que estão lá em cima não estão nem aí.
Preocupados se vão cair, mentem. O blefe lhes dá votos. E aprendem a ter mais do que ser autoridades.
O povo é inocente, assim como Eva são enganados pela serpente.
E o cara que te dá um quilo de feijão, te suplica um voto com joelhos ao chão, e sua investida será bem sucedida, todos caem, porque todos querem comer, então votam para o cara vencer sem saber que logo em fome vão perecer.
O sujeito que promete o fura-fila se esquece que lá no nordeste o pessoal anda muito mais do que uma milha... por ÁGUA, e você aí na fila, esperando sua vez, sem lembrar-se da escassez que assola o alheio que espera o alimento que nunca veio, nunca virá, pois será sempre o pobre que observa quieto o próspero nobre.
Se você colocar a mão no seu bolso, vai ver que falta dinheiro, o sistema te deu o tiro certeiro, te pegou na parte mais sensível, o financeiro.
Seu cartão tá estourado, você tá quebrado, seu filho coitado! Tá desesperado, quer comida no prato. Aonde está o trato? Aquele que você fez com o cara que te deu o quilo de feijão? Ele está bem, você aí com o c* na mão, e além de tudo tem que manter a aparência, aparecer perante a sociedade com falta de transparência, e tem gente que apesar de tudo, faz um esforço para ter um carro, em casa todos os copos são de barro, esqueceu-se que na vida não se estrepa pelas coisas, se empenha, cai na real e enxergue que seu fogão é à lenha.
Todo mundo sabe quem é o culpado, é o safado, Meu! O pessoal é “tapado” e coloca o cara no poder, protesta para ele vencer, lutam até morrer, nunca vão entender que os magnatas nunca vão querer ter o dever de fazer algo por você.
Criaram uma ilusão de liberdade, pura superficialidade, te tiraram a dignidade, aonde está sua identidade? É aquela que te identifica como pobre, inferior? Seu superior acha que o que ele demonstra é amor quando ele joga um pão no chão e te chantagia uma porcaria de salário no fim do mês?
Quem você acha que por ti vai ter misericórdia? Não finja a bondade que no fundo também impera em ti a discórdia, haha, essa coisa é música monocórdia.
Talvez o que você ganha seja uma multiplicação idiota de dez, na verdade, no fim do mês você nem calça os pés.
Se você vai vencer ou perder, não se trata de decisão, é ter uma boa visão, não moralista, sim realista, se você fantasia e crê que tudo nesse sistema vai se resolver, se importando com o que vão dizer, saiba que  nesse sistema a tendência nunca foi enriquecer, em luta se pode sobreviver, ser forte e parar de temer. Não refuta, ande sem tentar crescer, em morte será sepultado, e lá realmente você vai prevalecer, porque será passado, e chorar o que se passou é efeito retardado, vai morrer mal amado, o pobre, de canto, de lado.


escrita em:13/07/2002

Manoel Aguiar
Enviado por Manoel Aguiar em 01/10/2006
Código do texto: T254046
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Aguiar
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 29 anos
21 textos (361 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:04)
Manoel Aguiar