Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
AS CRIANÇAS NOS MARES DO SUL

Na imensidão do só no horizonte
Descalço na terra a vida é bela
Bate à porta e entra na rua
Menino que joga com bola de pano

Goleiro pra cá goleiro pra lá
Metade de uns metade de outros
Juiz não mas Pelé e Schillaci há
Bola voando à baliza chutada
Grito de gol : pelééé ... Marcou !!!
Volta ao centro o astro contente .

Sorriso de menino , diz o caminho
Mostra a estrada da rua perdida
Diz o destino da eva no tempo
Aponta teu dedo ao sol , que diz ?

Seja eu de si pequeno
Imagem de um sol maior
Na rua de ti mostrada !

E os tambores da noite ecoam
Nas vozes do vento a vibrar
Dizendo de ti menino do mundo
Dizendo no olhar o que lhe vai
Na alma de seu calmo ardor
Nos espaços dos tempos
De seu sofrer sem pão e "con/dor"

Dizei montes o que vedes do céu
Da flor criança em jardim de jasmins
Falai ser alado que voas alto
Da imensidão do só nas alturas

Falai criança , o que dizes ?

"As pernas grandes dos homens
Gostam de assustar meninos
Fazem guerras e não se olham
E não sabem escutar o vento
Nos castelos areados à beira-mar

Só quero brincar na terra
De deuses adultos crescidos
Com alma no sorriso do olhar
Só quero rosas , espinhos para quê ?
Só quero a paz dos humanos brincar " .

Sei criança o que dizes ?
Valdemar Ferreira Ribeiro
Enviado por Valdemar Ferreira Ribeiro em 18/06/2005
Reeditado em 02/08/2010
Código do texto: T25491
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdemar Ferreira Ribeiro
Angola
127 textos (38338 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:40)
Valdemar Ferreira Ribeiro