Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOL




Quando o céu fica índigo,
anunciando o amanhecer,
Sinto uma antecipação gostosa,
a certeza de que mais uma vitória do Cosmos vai acontecer.

Quando o sol se firma, grandioso,
sinto a energia correndo, e se manifestando em passos,
vozes, vida lá fora, que continua e se firma
sob seu brilho esplendoroso.

Quando no final da tarde
o céu vai se tingindo de tantas cores,
os raios mais fracos por entre as nuvens,
a atividade do dia cessando...
até escurecer calmamente, suavemente,
como um amante fatigado, exausto, pleno,
que adormece por instantes, após seu desejo saciado...

E a lua, como sua parceira,
brilha suave, satisfeita, velando,
refletindo e espelhando a sua própria luz
que agora dos meus olhos escondida,
está apenas aguardando...


Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 03/10/2006
Código do texto: T254982

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21457 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:35)
Edilene Barroso