Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nao sei...

Entoei o cantico
lancei-o ao vento
suspirei á Lua...
Chamei a chuva
pedi aos raios
orei aos céus...
Aticei o fogo
fui buscar o gelo
queimei a mão.
Falei com as estrelas
em gemidos roucos
meu pranto caiu
em ouvidos moucos.
Entre ais e lagrimas
na terra prostrada
perdi-me de mim
ja nao sei mais nada!
Ri-me como louca
dancei o ritmo do tempo
cantei a musica muda
dos que são: lamento!
Esqueci-me de mim
podei meus sentimentos
troquei viola por saco
fiquei vazia, ao relento!
Olhei no horizonte
o sol ja se escondia
tinha pressa a noite
de engolir o dia
tinha pressa a escuridão
de esconder a alegria!
Sem rimas, sem versos
escoa a vida perdida
em tormentos concebida.
Vivemos insanos contextos
somos humanos perversos
anjos caidos sem lei,
ou somos anjos humanos
sem lar, só o desejo
de voltar pra casa...nao sei.
Liane Furiatti
Enviado por Liane Furiatti em 04/10/2006
Reeditado em 20/01/2009
Código do texto: T256303
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liane Furiatti
Curitiba - Paraná - Brasil
776 textos (34956 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:20)
Liane Furiatti