Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUEM NOS OLHA DO CEU

minha avo
senhora
minha senhora
quao  pura
so  alegria

quando eu aprontava
com amor me batia
e por causa da dor da palmada
no meu silencio
chorando eu reclamava

te amo minha avo
te amo
muito te disse
mas muito mais te ouvi dizer
pra mim e para os seus

lembro que no quintal ao seu lado
a senhora era eu
seus bracos a me abracar eram  meu eu
de tanta alegria eu nao me via
nas minhas lembrancas so a senhora cabia

mae assim eu a chamava quando crianca
mae assim a senhora merece ser lembrada
dos seus que deus lhe deu
daqueles que alguem entre os seus
com o destino nas maos a brindou

saudade
palavra triste no coracao da gente
emocao
ela e forte quando seu cheiro vem aqui..
na minha mente...eu choro
queria poder chorar por causa da sua palmada
no quintal sinto seu abraco, me sento na grama
a plantamos juntos
nao podemos mais estar juntos

quando um anjo de deus
foi promovido a pedido do senhor
outro anjo saiu e procurou aqui na terra um servo
esse seu dedicado  servo
apos ser aprovado foi escolhido
tomaria o lugar do anjo promovido

enchugo as lagrimas
olho para o ceu de onde
a senhora sentada ao lado do senhor
serve  a DEUS
com  saudade te agradeco
obrigado
aprendi que no ceu mae e chamada de avo
e na terra os netos recebem a mae
e um anjo mais conhecido aqui como avo
e esse anjo ainda tem ao seu lado outro anjo
o avo
que gracas a deus hoje e o nosso anjo
te amo
sempre te amarei

Nandinho Fernandes
fernando da stela
Enviado por fernando da stela em 04/10/2006
Reeditado em 04/10/2006
Código do texto: T256413
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
fernando da stela
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
30 textos (3591 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:53)
fernando da stela