Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não existe o amanhã

Quantos sonhos ainda tinha
Projetos de vida à realizar
Estava tão feliz ao retornar
Com tantas novidades a contar
De repente um estrondo
E vi a luz se apagar
Meus sonhos, meus projetos
Num breve relâmpago me vi morrer 
E todo um castelo se desfazer.

Não existe o amanhã
O que vivemos é o momento
São as horas e os minutos
O tempo é o agora

O que vivemos no futuro
São apenas os sonhos, os projetos.
Os desejos que podem ou não acontecer

Amar, sempre amar a vida
Não deixar que ela passe despercebida
Não estancar as lagrimas
Nem intimidar os sorrisos

Não se ajunta tesouros
Que não poderão ser utilizados
Que podem sem aviso prévio
Serem todos roubados
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 05/10/2006
Reeditado em 05/10/2006
Código do texto: T256972
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219557 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:14)
Ataíde Lemos

Site do Escritor