Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A guerra

Opressora aquela tristeza que invade o coração
Perante a desgraça da guerra que destrói tanta nação
Crianças que choram por ver o sangue do irmão
Derramado no chão sem nenhuma razão
As bombas a destruirem casas, carros, estradas e pontes
Por causa de um ódio de que se desconhece as fontes
Sem tréguas aniquilam a beleza dos montes
São esses horrores que ao mundo quero que contes
Para que ninguém fique indiferente e de braços cruzados
E grite a todos os que estão armados
Para pararem de imediato com os atentados
Aos direitos básicos como o de sermos amados
Num mundo de respeito é onde queremos viver
Aprender e crescer sem ter receio do poder
Para que hoje a criança que acaba de nascer
Possa dizer: - Valeu a pena este mundo eu poder conhecer!
Angela Lopes
Enviado por Angela Lopes em 06/10/2006
Código do texto: T257459
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angela Lopes
Portugal, 43 anos
2 textos (53 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:22)