Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCÁRNIO DE MIM...

Perdoe-me por causar-lhe escárnio.
O novo encanta-á em demasia...
Minha tristeza advém de tua alegria;
Entrego-lhe em mãos todo meu desvario.

Observo passivo teu carnaval...
De minha quarta-feira de cinzas.
E,meu eu,em teu eu mingua...
Devastando-me... Tal tirânico vendaval.

E percebo teu escárnio velado...
Que torna teu ódio transgènico;
E,disfarço plenamente meu pânico...
Mas...nada que eu fale,anula o que tenha falado.

Observo-te...absorta em teu céu...
No delírio angustiante de meu inferno;
Tentando visualizar sob teu véu;
O sofrimento de meu amor eterno.

Perdoa-me por causar-lhe escárnio...
De novo,o novo lhe seduz.
E,aos poucos,a loucura conduz;
Ao fosco e nada lúcido cenário...

       LEILSON LEÃO
Leilson Leão
Enviado por Leilson Leão em 06/10/2006
Reeditado em 09/10/2006
Código do texto: T258090
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leilson Leão
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 50 anos
950 textos (69218 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:08)
Leilson Leão