Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CLAKETE - Luz, Câmera e Ação...





         CLAKETE - Luz, Câmera e Ação...

Gostaria de escrever um poema
Pra passar no cinema,
Retratando: comédia, aventura, drama, trama da minha vida
                                                 passada;
Sem pressa, sem critérios, à beira da lagoa, esperando que
                                          o mar me invada;
Botando todas essas coisas que eu trago aqui dentro pra
                                                     fora.
Num misto de reflexão: dos erros e acertos, mentiras e
                        verdades,do meu tudo, do meu nada;
Que escrevi o tempo inteiro: nas minhas horas de pororoca,
                            nos meus instantes de caipora;
Constituem o universo dessa história.

O protagonista que sou no episódio dessa hora;
Ora, oro pelo eu mocinho, Ora vejo-me vilão, destemido,
Capaz de ser capataz, Capitão, perseguidor, perseguido,
Forte, frágil, muito embora.

Os coadjuvantes que o mocinho adora;
Perguntam-me: Quem sois afinal?
Qual é a tua verdadeira emoção?
- Sou ator, diretor do meu cenário,
Mas entre substantivos e adjetivos que posso ter ou não;
Não esqueço que existe o Dono do espetáculo
Que nos recomenda simplesmente:
Senhoras e senhores;
Luz, câmera...AÇÃO...!

Escrito em 22/12/05  à beira da Lagoa Rodrigo de Freitas. Às 14:00hs.

PEDRO FERREIRA SANTOS (Petrus)
Petrus
Enviado por Petrus em 07/10/2006
Código do texto: T258612

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Pedro Ferreira Santos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Petrus
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
173 textos (26456 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:27)
Petrus