Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Beijo Negado

                            1
Beijo não se pede, rouba-se.
E sinto o cruel remorso
De ter deixado morrer,
Palpitando nos meus lábios,
Um beijo inocente, virgem,
De língua mordida, assim,
Afinal pelos meus dentes.

                            2
Negaste o beijo pedido,
Que eu devia ter roubado.
Frustraste o próprio desejo
Por uma moral canhestra,
Algo com cheiro de leis,
Conflito de gerações,
Que nada terá que ver
Com felicidade e amor.

                            3
Já que tem de ser assim,
Fiquem teus lábios selados
Na mudez que nega o beijo,
Fiquem meus lábios trementes
No bote que não vingou.

                            4
Negaste o nosso presente,
Feliz enquanto durasse,
Em nome de que futuro?
Fica a mágoa na memória,
Pois aquele nosso beijo
Que não foi, mas deveria,
Viverá como a saudade
Do filho que não nasceu.

(In Mea Culpa, Ed. Codpoe, RJ, 1989)
Cleverson da Silva Gomes
Enviado por Cleverson da Silva Gomes em 07/10/2006
Reeditado em 24/11/2007
Código do texto: T258980
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cleverson da Silva Gomes
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 86 anos
10 textos (651 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:43)
Cleverson da Silva Gomes