Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A alma do poeta

Sempre estou a procura de respostas
De onde vêm tantas inspirações
Porque escrever sobre existência humana!
Porque tanto trabalhar as emoções!

Porque falar tanto de amor!
Do homem, da natureza,
De onde vem tanta contemplação!
Para falar desta exuberante beleza

Talvez seja pela entrega total.
De ser um observador, um sentimental.
Não ser alguém de pensamento radical
Ou de pensar e falar com o coração.

Pode ser pela sensibilidade
De questionar as diversas verdades
Que não são absolutas
Mas sim ângulos de diversas realidades.

Querer ler o Ser humano no seu interior.
A partir de experiências vividas
Ou mesmo experiências em outras sentidas
Que se expõe na alegria ou na dor.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 08/10/2006
Código do texto: T259251
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219557 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:35)
Ataíde Lemos

Site do Escritor