Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia de um morto

Morto
Agora não preciso da alegria para ser feliz
Não preciso de palavras e atos que movam meus hormônios
A minha independência me torna incapaz de ser triste
E isso me deixa feliz, em graus imidíveis
Mas felicidade sem tristeza não existe
E se ambos não existem, eu não existo
Sou só uma metáfora
Metáfora da inexistência
T a n
Enviado por T a n em 19/06/2005
Código do texto: T25944
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
T a n
Condeúba - Bahia - Brasil, 27 anos
31 textos (2090 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:43)
T a n