Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Atenção, chamada!

Hoje tem aula
Hoje é dia de aula

Segunda-feira, manhã, vejo pessoas...
Muitas pessoas...
Vejo olhares atentos, vejo olhares cansados...
Alguns felizes, outros tristes.

Na sala de aula
Lá vem o homem da caderneta...
Atenção, chamada – ele fala
As vozes silenciam (um pouco).

O homem da caderneta...
Caderneta careca, por onde passa a caneta
Anotando os presentes, não ouve mais “presuntos”
(Como ouvíamos antigamente.)

Assuntos vêm e vão...
Há resquícios de sábado à noite...
Alguns, caras de domingo...
Outros, segunda.

Hoje tem aula
Hoje é dia de aula

Os professores...
Cada um faz sua parte na tarefa de lecionar...
Palavras, números na lousa...
Palavras, números no caderno.

Teoria - exercícios, teoria - exercícios
Teoria - exercícios, teoria - exercícios
Teoria - exercícios, teoria - exercícios...
Vestibulandos, vestibulares.

Algumas dúvidas, comentários extras...
Tristezas, lamúrias, inquietações? – dizia um professor
Talvez sim, talvez não...
Eis a arte de estudar.

Há sons vindos lá de fora...
Um, dois, três urubus...
Quatro, cinco, seis urubus...
O bichinho que caminha no cabelo.

Hoje tem aula
Hoje é dia de aula

É hora do intervalo
O sinal toca, multidão descendo...
Fila do lanche, dinheiro circulando...
Flávia, me vê um pão de queijo.

A fila, as mesinhas, a televisão...
Garotas e rapazes, o pessoalzinho do futebol...
Uns em grupo, outros sozinhos...
Madalena, Maria, Seu Jaime e companhia.

Toca-se o sinal, multidão subindo...
Parecem mais vívidos agora...
Casaizinhos, malacabados, alegres, tristes, extrovertidos, tímidos...
É a multidão subindo.

Aula, aula, aula...
Estamos na escola para isto.
O sinal toca sucessivas vezes...
Vinte para uma, alguns vão embora mais tarde.

Amanhã tem aula
Amanhã é dia de aula... até sexta-feira.

Dias piores virão – dizia um outro professor
Talvez sim, talvez não...
Nunca se sabe...
Amanhã nunca se sabe.

Hei de deixar a conversa por aqui
Qu’eu vou para a cama dormir...
Amanhã é dia de aula, amanhã é dia de prova...
Sem mais rimas, qu'estou indo agora.
Ricardito
Enviado por Ricardito em 09/10/2006
Código do texto: T260598
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardito
Limeira - São Paulo - Brasil, 27 anos
2 textos (75 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:52)
Ricardito