Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUNDO  CÃO !


Cai a noite e fico a observar
de um lado pequenos casebres,
vejo muita gente que não tem teto;
 do outro lado , imensos espigões de concreto
e pontos de luz pelas ruas a clarear.

A vida de cada pessoa
começa a se transformar,
são carros e ônibus lotados
de gente em busca de um lar.

Nos espigões de concreto
tudo começa a mudar,
lentamente em cada um deles
as luzes começam a brilhar,
enquanto nas simples moradas
um só lampião não há.

De um lado mora a riqueza
ostentando luxo e poder,
do outro lado a pobreza
nem pão tem para comer !

Mundo cão é o que vivemos
de falsidade e egoísmo
os poderosos só pensam em sí,
não vêem os irmãos morrendo !

São nossos irmãos que lá fora
choram à falta de sorte,
sem família e sem abrigo
enfrentam todos os tipos de morte.

Morte de teto, de amor e de alimento,
presos em úmidas celas de cimento,
feito animais acuados
não têm quase movimento !

Morte de frio, de fome e de lar,
são as crianças jogadas nas ruas
que vivem em sinais a assaltar,
e dormem em bancos de praças
com jornais à se embrulhar.

Meu Deus, por que tanta injustiça ,
por que tamanha desigualdade,
por que tão poucos têm tudo
e quase todos não têm nada ?

         florzinha












florzinha
Enviado por florzinha em 10/10/2006
Código do texto: T260697
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Socorro Teixeira de Castro ( Flozinha)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
florzinha
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 64 anos
4138 textos (1194676 leituras)
5 e-livros (3402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:53)
florzinha