Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espelhar

Quantas e quantas vezes devolvo o olhar que me fita:
se de dor, de mágoa, revolta ...tristeza quase infinita
ou se é de alegria, amor, paz santa e bendita...
Tantos passam sem me notar
aqui, quieto, inanimado, nao lançam segundo olhar
e passam tesos, empertigados, com majestade no andar
outros despercebidos, curvados, cansados, doridos
escondem-se de si mesmos, olhares perdidos
e se por acaso me veem, fogem num lance furtivo.
Ah...os que me fitam...querem que lhes devolva a altivez,
o garbo e a beleza, mas nao querem a mesquinhez
nem tão pouco a perfidia, muito menos a insensatez
que os ronda e a eles adere, como cola
pelos céus, dizem alguns...todo mundo me adora!
Fita-me o pobre, o rico, o feliz e o aflito
e a todos sem exceção, mostro a que vem, porque se vão.
Estranho meu caro amigo, a ti que tanto me fita
nao tens a lucidez de mirar alem de tua tez
e penetrar no olhar que devolve tua desdita.
Nao percebes que o que ves é teu âmago, teu eu
que por mais mintas a ti mesmo, está impresso
em tua alma, teu espirito, teu coração funesto
os ódios, o egoismo, toda maldade e descrença
que carregas em ti como sentença?
Há os me miram, e veem poesia
luz, alma em festa, que alegria
a estes queria ter mais tempo, ficar mais perto
todavia, nao posso ter preferencia, sou objeto
de refletividade apenas, nada mais.
Mas esses olhos, que me miram e se fitam
deviam ter mais cuidado no que espiam
quem sabe assim, nem todos me culpariam
por devolver o reflexo apenas, do que é mostrado
por que fogem de mim, como se fosse eu culpado
se a diferença é gritante entre o que pensam
e o que lhes mostro em retorno?
Espelha tua alma, ao fitar-se no espelho
reflete quem és, ao mirar teu irmao
mas nos olhos deste tens mais compaixao
que quando mergulhas em teus proprios olhos.
E continuo, aqui, silente, no meu lugar
se sou somente espelho...cumpre-me: espelhar...
 
Liane Furiatti
Enviado por Liane Furiatti em 10/10/2006
Reeditado em 20/01/2009
Código do texto: T261412
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liane Furiatti
Curitiba - Paraná - Brasil
776 textos (34942 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:22)
Liane Furiatti