Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


esquinas

das paredes escorrem gotas de saudades 

saudades de tempos idos 

de que adianta pensar em ti 

se para voce eu naum tenha existido.. 


mesmo quando junto estávamos 

teu pensamento voava 

eu te tinha presente 

mas voce se mostrava ausente 


nas esquinas da saudade 

nas dobras do destino 

meu anseio, virou devaneio 

paixão assim é desatino 


o vento soprou dissabor 

a lembrança tua destoa 

nada a fazer contra ou a favor 

esperar que a mágoa se amontoa 


fechei a comporta do choro 

uma lágrima distraída 

insiste a descer o morro 

tomba inerte, falecida


nas esquinas da saudade 

dobro a rua e busco atalho 

sofrer por temeridade 

por amar te atrapalho


no correr das águas, no correr do tempo 

viajo às nuvens e suplico 

que adianta lamentar o sofrimento 

tenho mais que calar o bico

GDaun
Enviado por GDaun em 11/10/2006
Código do texto: T261505

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GDaun
Lupércio - São Paulo - Brasil, 72 anos
653 textos (43015 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:03)
GDaun