Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Largo, Longe e Livre

Guiava o barco devagar
E os ventos que sopravam leves
Irritavam-se ora sim, ora não
Trazendo o enjoamento dos pobres
Que se debruçavam sobre o casco

Atravessaram gaivotas
O céu azul e docemente inesperado
Refletia claro o maior de todos os mestres
E balançava para lá e para cá
Como bailarina ao entoar de algum canto

Seguia largo, longe e livre
Deliciava-se no transatlântico imaginário
Ao senhor dos senhores pensantes
E cobria-se de pura imaginação
Sem a crueza de tantas realidades

Foi pelas ondas rumo ao infinito
E se essas mesmas vozes das águas
Batiam com força e molhavam-no
Sentia o corpo gélido nas espinhas
E cantava sozinho a canção dos tempos

Foi tão longe, tão longe
Esqueceu as tristes opções terráqueas
E sentiu de leve as brisas
Os instantes claros
E nunca mais voltou
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 14/10/2006
Código do texto: T264258
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6551 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:28)
Lady Sophia