Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Metamorfose

Cortou o cabelo com pudor
Deixou cair de leve o corpo frio
Estrangulou com força o tempo
Massacrando de raiva os desejos
E trazendo de novo algum sentimento

Mas se pensam que era maledicência?
Coitados! Era puro prazer.
Certamente a crueldade doce
A vingança dessas que se deve comer com força
De alguma sensação de nada

Mas não, era sonolência.
Alguma espécie que alguém algum dia sentiu
Não era dor, não era rancor
Era um estranhamento natural
Da própria essência

Pintou as unhas de vermelho
Ninguém viu, ninguém descobriu
Cortou, pintou, amou, desejou
Como se pudesse de uma única vez
Sentir toda essa aspereza

Mas quando viu...
Esperou calada o silêncio chegar
Abraçou com força o ursinho de pelúcia
E sozinha e vasta
Resolveu voltar em um minuto
A ser criança
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 14/10/2006
Código do texto: T264264
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:27)
Lady Sophia