Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conto de fadas

Acordei só que para um pesadelo ou quem sabe pro mundo real
Sempre me disseram que eu não vivia nesse mundo
Que ainda acreditava em conto de fadas
Hoje eu sei que não pertenço a esse lugar
Que a fantasia vivia apenas dentro de mim
O mundo real é muito feio
As pessoas daqui são crueis,só pensam em si
Não posso me mudar desse mundo,pois coragem me falta,mas posso criar o meu onde ninguém me machuque mais
O lugar que eu matarei a palavra amor e dentro de mim a irei extinguir só restando a dor
Meu corpo não morreu,mas um pedaço de mim eu sepulto hoje
Os sorrisos,o sonho
Que realmente eu vejo que só em meus sonhos irão se concretizar
A menina que sonhava em se casar
Tinha cançado de sofrer a muito tempo e continuei sofrendo
O teto desabou tantas vezes e eu o reconstrui
Só me pergunto para que?
Para voltar a cair
Cansei e vou deixa-lo assim,ao chão
Acredito mesmo que eu seja um fracasso
Impossível de cultivar amor em alguém
Não serei por completo,pois parte de minha vida viverei,mas por dentro não serei ninguém
Quem sabe um dia lembrem quem eu era e no que me transformei
Sintam saudades do pedaço criança que eu enterrei
A magia se acaba,abeleza vai embora e o final chega
Borboleta da noite
Enviado por Borboleta da noite em 17/10/2006
Código do texto: T266305
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Borboleta da noite
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 30 anos
320 textos (14224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:49)
Borboleta da noite