Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sorriso e recomeço

Que tapa na face essa poesia
Contingente de corpo exilado pelo tempo
Necessários para descer dos altares
Perturbadores da alma
Conseguinte de sensações dolorosas

E nesse tempo demorasse apenas um acaso
Para desabar a capacidade de resolver
De expressar com os olhos luminosos
Que apesar de fracos eram fortes
Nas mãos de quem os conduzia

Bastou apenas um realce de limite
Alguns segundos de esquecimento
Já se foram então os convites
Quase não se sente entendimento
E o dilaceramento cruel é calmo

Quase vingativo
Vão se livrando de mais alguma saliência
Perturbações que antes pareciam brilhar
Espedaçaram-se pela escada que flutuava
Todos os feitos que até então bastavam

Depois disso o que resta?
Esquecer ora sim, ora não.
Lembrar-se mais calma e leve
Ou não cumprir as leis da moral
Por um sorriso no rosto e recomeçar
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 17/10/2006
Código do texto: T266987
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:04)
Lady Sophia