Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que eu sou?

Não sou menina
Não sou mulher
Se brinco, já sou grande pra brincar
E minha boneca vou guardar
Se namoro, ainda sou criança pra namorar
Sinto coisas em mim
Olho meu corpo
Está mudando...
Quando "ele" na rua passa fico feliz
Se "ele" me olha não sei o faço
Se me escondo
Se saio correndo e o abraço
O que fazer ?
Como me posicionar?
Ainda quero brincar
Também quero namorar
Porque não posso fazer tudo ao mesmo tempo?
Porque tenho que escolher?
Não vou escolher!
Vou brincar de amar...


***

Esta poesia, se é que se pode dizer que é uma poesia, eu escrevi quando tinha 15 anos, não ousava perguntar a minha mãe o porque, rs.

***

ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa, sou apenas alguém que sente!

Beijos


***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 19/10/2006
Reeditado em 27/05/2012
Código do texto: T268287

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146143 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:40)
Dama De Negro