Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Poder


E meia noite,chove
Espumas no céu
Ao meio dia a noite
Se torna cruel.

 rostos e restos de entes
Mortais, navalha na carne até roer
Os ossos da paz.

Dizem que a guerra acaba
Quando acaba a dor.
Mas na verdade nada acaba assim.

Dizem que o mundo gira ao seu redor
Mas na verdade o mundo não é tão cruel assim.
Dizem que o homem só plantou o mal
Mas na verdade, nem sempre, colheu só o que há de ruim.

Dizem que agente um dia viveu em paz
Mas como pode ?
O poder é sempre assim.
Pecaminoso em teus laços
Adorado ou odiado
Se manifesta por todos os lados
Na voz de deus ou de um diabo.

Hugo Neto
Enviado por Hugo Neto em 20/10/2006
Código do texto: T268816
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hugo Neto
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 32 anos
37 textos (891 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:36)