Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAREDES

Paredes


Atiro-me contra a parede,
Vejo o que é para ser visto,
Sinto o que é para ser sentido.

Atiro-me contra a parede,
Para perguntar, o que não é para ser dito,
Para perceber se eu existo.

Atiro-me contra a parede,
Para ser seguido,
Por pessoas que não tem noção do perigo.

Atiro-me contra a parede,
Eu estou desiludido.
Vejo ruas pegando fogo,
Irmãos inimigos.
Vejo passado,
Presente,
Futuro,
Todos eles reunidos.
Mas eu acho,
Esse mundo está perdido.



EDGE NOGUEIRA
EDGE NOGUEIRA
Enviado por EDGE NOGUEIRA em 22/06/2005
Reeditado em 22/06/2005
Código do texto: T26955
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EDGE NOGUEIRA
Brazlândia - Distrito Federal - Brasil, 42 anos
25 textos (2522 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:10)
EDGE NOGUEIRA