Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um novo tempo

Um novo tempo nessa terra inóspita
Um novo tempo, é isso que vejo.
Um novo tempo onde os escravos
Continuam escravos por outros meios.

Um novo tempo ,já era sem tempo.
Sem devaneios.
Um tempo onde a dor ancestral não tem
Lacunas para se esconder.

 Um novo tempo, que não conta á história.
Um novo tempo ,eu e você.
Onde pássaros e  passados,
Se cruzam na encruzilhada dos
Ventos.

Onde rios e montes, carregam das fontes.
 sua leveza, a sombra da morte, da fome.
Nos deixa a luz fugas na consciência.

Sua nascente resplandecente, aplaude
Toda beleza natural material e abstrata.
Para enfim nós homens destruir.

Essa canção antiga instigante.
Intriga a mais bela das almas.
Como uma dúvida no ar.
Um rito, uma dança ,talvez, uma cultura milenar.

Criar ,conservar ,ofuscar
Esculpir, libertar como uma rosa á
 florescer  para mais tarde
Nas bordas de um canhão
Morrer.

Hugo Neto.



Hugo Neto
Enviado por Hugo Neto em 21/10/2006
Código do texto: T269683
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hugo Neto
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 32 anos
37 textos (891 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:35)