Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAÇÃO GAUDÉRIO

Jorge Linhaça
20/10/2006
 
Sou paulista com orgulho
mas tenho coração gaudério
por algum desses mistérios
que me fazem poeta caipira
e que sonha com a coxilha
Ainda que poeta urbano
trago n'alma o minuano
e o gosto das guascas linhas
 
Tem poeta pelo Rio Grande
que embora tenha valor
à tradição perdeu o amor
esqueceu a origem charrua
e vice a cantar odes à lua
sem nem um termo gaudério
enterrando no cemitério
a tradição e glória sua
 
Se paúcho hoje me sinto
é pra mostrar que a tradição
é coisa que vem do coração
e o respeito pela história
de um povo repleto de glórias
é mais questão de querência
que direito de nascença
é querer preservar a memória
 
do povo que na fronteira
fez a parte de um tirador
demonstrando seu valor
na defesa de sua terra
peleando em muita guerra
fosse índio ou imigrante,
como o minuano cortante,
jamais enjeitando a quirela.
 
Pilchado em seus pagos
ao sabor do chimarrão
montado em seu redomão
o bichará a conter o frio
na mão a lança ou o fuzil
pensando em sua china
enfrentando a sua sina
com um coração varonil
 
e se nos pampas não nasci
os pampas  vivem em mim
no respeito que não tem fim
Não me  venham por cabresto
por conta deste apreço
pois sou qual galo rinhedeiro
que gosta do verso campeiro
e na pelea não esmoreço.
Jorge Linhaça
Enviado por Jorge Linhaça em 22/10/2006
Reeditado em 23/10/2006
Código do texto: T270859
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Linhaça
Salvador - Bahia - Brasil, 55 anos
3723 textos (711226 leituras)
95 áudios (13093 audições)
1 e-livros (277 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:23)
Jorge Linhaça