Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O BÊBADO SONÂMBULO – E SUAS VÃS TEORIAS

“Belo” labirinto...
Psíquico...intrínseco...emocional...
E perdido nele,
perdes também o élan vital
que dizes ter,
mas não tens...!

A razão por si só é cega,
precisa dos óculos da fé
para enxergar além
de seus parâmetros imaturos.
Porque, somente mediante a fé,
ela vê além de suas curtas,
estritas e ilusórias medidas...

Ela é como um ponto final ambíguo...
exíguo...alegórico...suposto...
imposto por si, a si mesma...
E a isso chama de felicidade...

Ó curta vaidade do ser pensante
que pensa ser o que não é,
porque quer o Tudo-Eterno
consignado em confusos raciocínios...
Como que a dizer:
vem Infinito...
te encaixo em meu finito,
porque não podes mais
do que eu posso
te encaixando em mim...

E assim,
o bêbado,
sonâmbulo,
ateu racional...
Faz do pensar seu próprio mal
Esboçado-o em suas vãs teorias...


Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 22/10/2006
Código do texto: T271090
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Frei Fernando Maria
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 57 anos
992 textos (215350 leituras)
87 áudios (18785 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:58)
Frei Fernando Maria

Site do Escritor