Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU SOU UM MILAGRE!!!

Quero me sentir bem outra vez, Mas a minha mente não quer.
Eu sou um lunático assumido e não quero escapar do gelo.
Uma cadeira de terapia de choque eu não suporto nem ver,
E aquele médico que é mais louco que eu agora terei que vê-lo.

Eles querem abrir o meu cérebro para jogar bola com o que restar
desta minha pobre cabeça de maluco que Deus me deu.
E ainda por cima, tem esta dúvida que não quer se calar:
Aonde foi parar aquelas bolachas amargas que a minha mãe me deu?

Eles deixam dinossauros de guarda para eu não ir até a padaria
comprar uns bolinhos de chuva para molhar a plantação de mortadela.
Correr sem calças pelo corredor é bem divertido. Quem diria
que eu correria montado em um cavalo vassoura tendo como capacete uma tigela?

Meu Deus!!! Hoje eu fiz uma coisa que eu nunca imaginei fazer.
Em uma “CRISE” de inspiração, arranquei a cueca do médico pela cabeça. Foi legal!
Ele ficou tão feliz, que colocou um par de óculos roxos em mim...

O médico ficou tão “Impressionado” de ver a surpresa que eu havia acabado de fazer.
Eu fertilizei as plantas do consultório dele com um tipo de excremento humano natural.
Ele me disse Chorando de emoção, que tudo aquilo para ele era o “fim” da picada.

Eu então decidi matar a mosca que estava incomodando o doutor.
Mas eu não via a mosca. Então eu comecei a dar pancada.
Pois algum dia eu a acertaria. E acabaria com a picada e com a dor.


Depois de escrito este poema, vários enfermeiros se demitiram. Pois, eles estavam muito abalados com a minha amizade. Quando eu falei que eu amava a Dra. Fernanda, que de tanta emoção, coitada, Ela flutuou da janela e começou a voar, assim como fazem nos desenhos. Mas, durou bem pouquinho. Para ser preciso, até chegar ao chão.
Mas, ela não conseguiu... Ela era mais louca do que eu... Pois, quem voa de verdade? Que loucura!!! Ela deveria ter pegado uma pena de ganso para poder voar.
O doutor Cláudio? Bem! Este virou o meu parceiro de quarto. Ele é bem legal, pois, ele pensa ser o Napoleão e que está a caça de um demônio chamado Michael Jackson. Pois, disseram para ele que este monstro muda de cor como camaleão e no jantar ele come criancinhas.


O que seria deles sem mim?
Lucas Habermann De Carli
Enviado por Lucas Habermann De Carli em 22/10/2006
Código do texto: T271096
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucas Habermann De Carli
Leme - São Paulo - Brasil, 33 anos
93 textos (8141 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:15)
Lucas Habermann De Carli