Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEDITAÇÃO ABREVIADA

A poeira come meus olhos de sombra
Pela tez inunda meu espírito
Cavalgo por entre muitos labirintos
E só agora sei que a lâmina da solidão
Fere igual todas as esperanças.

Sangro no escuro do quarto
O silêncio das borboletas
A inocência das violetas
Aas letras desmaidas
debruçadas sobre teus seios maçã.

O grito do relógio pela manhã
Sexualizando os pássaros
as ervas
Os passos
De minha víril estupidez.

Havia um tempo em minha vida
Transparente
Onde tudo era sonho, fogo
Doente.

Hoje o sol fere com sua boca elétrica
Todas as dádivas que ainda existem
Na solitária razão do meu único querer.

Eis-me aqui
soluçando um pouco de destino
Entre nuvens, pedras, até o próximo século
Olhando a formiga
Passear sobre meu corpo
Nuclear.

Deus!...

                               Edd Wilson
edd wilson
Enviado por edd wilson em 23/10/2006
Código do texto: T271521
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
edd wilson
Marituba - Pará - Brasil
42 textos (1309 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:24)
edd wilson