Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOJE TEM CIRCO



Com o peso da casa...
Quem sabe talvez,
Ao lado da outra, uma asa.
Vendendo mistério outra vez...

Como se aquilo fosse interessante,
Mas você não viu
Meu tônus pulsante
E como encantamento
Mergulhou num vórtice e sumiu.
Para um suicídio lento?

Quem sabe essas coisas de loucura...
Quem é culpado,
O que fascina,
O que está deitado numa louca procura,
Ou o que vaticina?

Andorinha passarinho,
Porque entraste na minha cartola
Pra depois aparecer no meu ninho
Vestida de camisola.

Qual é o tempo de um mágico,
Sentar na poltrona macia
E assistir o neural do fantástico.
Que asco essa afazia!

De quem era o circo que você brincou
Quem era o mágico prestidigitador,
O macaco saltador e a pomba que voou,
Quem era o herói domador?

Vejam  senhoras e senhores!
Na jaula a leoa,
É mansinha e tem pudores,
Entre na jaula e veja como ela e boa.


 Ahahaha... O palhaço sorri.

WalterBRios24/10/2006
Walter BRios
Enviado por Walter BRios em 24/10/2006
Código do texto: T272804
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Walter BRios
Salvador - Bahia - Brasil, 61 anos
358 textos (13842 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:46)
Walter BRios