Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ASAS

                           

                              ASAS
EU SÓ QUERIA ASAS PARA VOAR.

POR AÍ,  PELO UNIVERSO,

ME AUSENTAR POR UNS TEMPOS.

MAS CERCARAM-ME COM A VIOLÊNCIA,

A POLÍCIA, OS BANDIDOS, AS DOENÇAS.

TUDO ISTO ME AGRIDE E INIBE.

TAMBÉM ME INQUIETA

A VELHA CONVERSA, OU DESCONVERSA,

A BURRICE, A ALIENAÇÃO, A HIPOCRISIA.

OU A MEDIOCRIDADE DE TODOS OS LADOS,

QUE VEM DE MIM, COM FREQÜÊNCIA.

O QUE ME DOEM SÃO AS GERAIS CARÊNCIAS:

A FOME, A MISÉRIA, O PRANTO E O DESALENTO.

E MEUS LIMITES PESSOAIS

CHAMADOS HUMANOS E TÃO ANIMAIS:

O ABRIGO, O SEXO, O ALIMENTO.

ME SINTO INFELIZ E ME CHAMAM GENTE.

Zion Freire
Zion Freire
Enviado por Zion Freire em 25/10/2006
Código do texto: T273138
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zion Freire
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 66 anos
65 textos (2561 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:02)
Zion Freire