Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Indiferença 2

No uivo do desabafo abre-se o desfiladeiro
e o jardim seca no lugar da poesia
As amarras que se balançam num baloiço empurrado pelas nossas mãos, solta-se ao vento
Desprendem-se as imagens de sedas e os corpos sombras da noite acordam!
Desliga-se a música e apagam-se letras de amor tatuadas na pele
Acende-se a indiferença no meu olhar enquanto a boca chama o uivo
E no meu desfiladeiro nasço e fico farol.


Ana Mª Costa
Ana Maria Costa
Enviado por Ana Maria Costa em 26/10/2006
Código do texto: T274121
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Maria Costa
Portugal, 50 anos
152 textos (6923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:23)
Ana Maria Costa