Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LADAINHA DAS CARÍCIAS



Esta mão que só te acariciou,
no toque mais breve
da tua existência!
Já tardou a recolher sua dor
a calar para sempre... a sua destreza.


Esta mão que por ti só zelou,
a cavar no caminho
tanta benevolência...
Já percebe o quanto errou
em pedir-te amor...a implorar-te anuência!


Esta mão que também te roçou
no toque mais leve...
na tua tênue presença,
Hoje cala a chorar sua dor
a amassar uma flor...a pedir-te clemência!


Esta mão que só te procurou
a tocar-te  no escuro...
a tua  constante ausência,
Se cansou de palpar um amor
que transpira temor...na mais pura essência.


Esta mão que tanto te afagou...
tanto te fustigou
a apartar-te a carência...
já percebe que também se queimou
no vão tempo inflamou...nossa antiga ardência.


Esta mão...que já te segurou!
também  te destravou...
na mais doce indecência...
É a mesma que te abandonou!
a enxergar em silêncio...a nossa incongruência.



                    SP, 28/10/2006
MAVI
Enviado por MAVI em 28/10/2006
Código do texto: T275688

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
5335 textos (331953 leituras)
987 áudios (86563 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:59)
MAVI