Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Filho do Mundo

Por que sempre tenho a impressão
Que o que deveria ser normal nesta vida
Não é nada além de pura ilusão ?
Vida desilusão, vida perdida.

E por que a normalidade desses dias
Insiste em querer me tirar da área de exclusão ?
Ser mais um num mundo de mentiras,
Pra viver amores sem qualquer emoção.

Cansei dessas pessoas de vidas normais,
Pequenas, caminhando meio que sem rumo.
Sou mais que isso.  Mais que esses banais
Presos às futilidades da noite túmulo.

Estou fora, vivo, com o pé na estrada
Não há luz em fim de túnel.  Não há túnel.
Caminho sobre as montanhas, dura jornada
De quem acredita até no que é impossível.

Eu não sou de ninguém. Sou apenas de mim.
Sou filho do mundo em busca do sinal
A queda daquela da cidade sem fim
Alguém com um puro coração angelical.

Vou de carona na carruagem da felicidade.
Ela anda rápido e não vou deixá-la passar
Sou filho do mundo com muito mais vontade
De realmente a algum lugar poder chegar.
Julio Marchiori
Enviado por Julio Marchiori em 02/11/2006
Código do texto: T279823

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site http://www.recantodasletras.com.br/autores/jmarch). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Marchiori
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 43 anos
23 textos (1070 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:51)
Julio Marchiori