Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desilusão



Não me pergunte a razão de minha desilusão.
Por que em meu coração não há mais amor.
E apesar de descuidado este ainda é um músculo
Que bate e apanha pra viver.
Não me pergunte o motivo,
Por que o meu sorriso não brilha mais.
E apesar de meus lábios unidos
Meus olhos são muito mais, pelas lagrimas que traz.
Não me pergunte o por que
Procure a resposta em você.
Procure na sua voz.
Nas palavras que me maltratam.
E provocam meu padecer..

Do que adianta o seu choro.
E a sua suplica sem razão.
Se aos seus pés sempre chorei.
Se o meu pobre coração
Sempre fez juras de amor em vão.
De que me importa sua angustia e devaneios
Se me tinhas por inteiro e não tive valor.
Se nesses anos todos, acumulastes contas.
Que um banco não pode pagar.
Se nesses anos tolos vistes o tempo passar
E alegaste que andaste apenas para traz.
Se só foste infeliz por inteira.
E fizeste a maior besteira que alguém pode fazer
Ah! Se aquele sim fosse um não
Talvez meu coração parasse um pouco de sofrer.


Não me pergunte a razão
Por que em meu coração não há mais amor.
Se maltratado e desprezado
Hoje nele só habita a dor.
Não me fales da saudade.
Ou de um novo amor de verdade.
Não pode dar o que não tem
Se pra você jamais eu fui alguém
Não valo seque um sorriso.
De que adianta seu remorso
E confundir o dito pelo não dito.
De que adianta sua cena
Se de mim você nunca teve pena.
De que adianta seus braços em suplicas por um abraço.
Sua boca em gritos e quase louca.
A chorar pelo amor sincero que perdeu.
Se foste muito feliz no seu altar.
E nunca, nunca soube dar.
Valor a quem te amou.
Do que adianta você querer-me agora
Se para mim a vida terminou.

Reginaldo Cordoa, futuro Administrador de Empresas e Apaixonado pela Vida.
03/11/2006
Reginaldo Cordoa
Enviado por Reginaldo Cordoa em 03/11/2006
Código do texto: T281290
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reginaldo Cordoa
Matão - São Paulo - Brasil, 46 anos
95 textos (23233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:33)
Reginaldo Cordoa