Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O SEM-ABRIGO

Não tem aritmética
para contar as estrelas
nem pode
no tecto romântico da lua
desenhar, cai
no fundo
de um cartão passado a ferro
pelo corpo, desse dia
recolhe-se às ruínas
dois olhos
entre papéis, cartões
que sobrevivem
o cabelo
sem clarões de ouro
e vem o sono
para o lembrar
que todavia não está
morto.
João Tomaz Parreira
Enviado por João Tomaz Parreira em 29/01/2005
Código do texto: T2813
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Tomaz Parreira
Portugal, 69 anos
14 textos (761 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:22)
João Tomaz Parreira