Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Louco

O Louco
=======ErdoBastos

Os homens, pelas calçadas
Os bêbados, nas portas dos bares
Os soldados nas paliçadas
As matronas em seus solares

Riem-se de mim, os atrozes
E eu só, a caminhar
Sozinho, a ouvir minhas vozes
Poucas vezes ainda, a cantar

Não me vêem, só jogam  as pedras
E riem-se de mim, sem parar
Insultam-me em palavras severas
“Lá vem o louco a passar”

O que dorme nas ruas escuras
E come os restos doados
O louco, e suas amarguras
Vivem noutro mundo, fechados

Quando ao passar pela praça
Para todos,os pássaros cantam
Do louco, eles acham graça
E em revoadas se espantam

E sigo assim, o inútil, o desprezado
Tanto faz, se à noite ou de dia
Sempre só, de mim mesmo acompanhado
Nem um cão da rua me seguiria

Riem apenas, não sabem porque sou louco
Não sabem eles o que a vida me fez
Soubessem, não achariam pouco
Perder tudo assim, de uma só vez...

Abandonado, sem lar e sem fortuna
Doado foi tudo por um único amor
Traído, morta minh’alma à borduna
Hoje ouço a voz de um anjo falador

Nos bolsos, trago uns lindos poemas
Escritos em folhas de papel achado
Minhas mazelas, as dores e meus dilemas
Assim escritos, único tesouro salvado

O louco e seus papeis com poemas
Servindo de chiste aos passantes
Sob as árvores, em trapos apenas
Escrevo versos e frases delirantes

Não sofro, não choro mais nem lamento
Pois me fiz acompanhar da poesia
Ponho fora, passo ao papel o sofrimento
E ali volto a ter, o que me fez feliz um dia...

Em meus poemas há dores e tormento
Há fortunas, alegrias, suaves letras de amor
E sigo louco, dia a dia em meu afastamento
Da realidade enlouquecedora, que só me deixou a dor

Afasto-me, recuso toda ajuda ou tratamento
Sei, no fundo, que vivo à maneira certa
E vivo assim, exposto ao alheio julgamento
Ainda que visto como louco, sei-me apenas... um poeta


ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 04/11/2006
Reeditado em 04/11/2006
Código do texto: T282005

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36903 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:29)
ErdoBastos