Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Liberdade


       Ah!Foste tão sonhado liberdade
       E agora não sei como te chamar
       Aonde ponho os pés na cidade
       Aonde é possível respirar...
       O teu ar deve ser mais puro
       Só o poder está seguro.

       O povo alienado ouve estórias
       Hoje tem peça no circo de Nero
       E eu,liberdade, ainda te espero.

       Numa terça-feira o país parou
       O pronto socorro parou
       O banco fechou
       O time do Brasil goleou
       E só o poder ganhou.

       Eu tenho medo de andar na rua
       E a criança vê através da vidraça
       Que não é mais...do povo_A praça!...
 
       Homens que antes eram dóceis
       Presos em correntes austeras
       Libertos,voltaram a ser feras.

       Eu tenho medo...
       Que o bárbaro, cínico e atroz
       Faça voar as últimas esperanças
       E que as tuas asas pesadas
       De sangue inocente e lama
       Nem reajam mais,pra quem te ama
       E se fechem de vez, sobre nós.
Mariáh Oliveira
Enviado por Mariáh Oliveira em 05/11/2006
Código do texto: T283256
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mariáh Oliveira
Guarulhos - São Paulo - Brasil
147 textos (11805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:24)
Mariáh Oliveira